CobNews

PARCERIA VIABILIZA PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DE MULHERES NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Notícias >> Acordo ainda rege inclusão social da mulher no setor produtivo, combatendo a discriminação e vulnerabilidade da população feminina de Macapá.

Parceria firmada entre o Governo do Amapá e a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) irá promover o programa de capacitação Mulheres na Construção Civil, cuja finalidade é qualificar profissionalmente 100 mulheres nos perfis azulejista e pintora de obras.

Os recursos alocados para o financiamento são fruto de emenda parlamentar da deputada federal, Fátima Pelaes, no valor de R$ 260.466,66 e com contrapartida do Governo do Estado de R$ 30.400,00. A execução do projeto de capacitação na construção civil nos perfis azulejista e pintor de obras terá carga horária de 304 horas/aula.

O convênio assinado entre governo estadual, por meio da Secretaria de Trabalho e Empreendedorismo (Sete) em parceria com a Sudam, vinculada ao Ministério da Integração Nacional, rege ainda a inclusão social da mulher no setor produtivo, combatendo a discriminação e vulnerabilidade da população feminina de Macapá.

O governador Camilo Capiberibe disse que é notável o aumento de mulheres trabalhando na área da construção civil e relembrou que essa capacitação é a segunda promovida pelo governo.

"A indústria da construção civil também precisa de vocês mulheres, por onde eu ando vejo o aumento de trabalhadoras. Em 2012, formamos uma turma com oitenta mulheres que fizeram parte do programa, das quais a grande maioria está empregada hoje. Além disso, esse projeto será fundamental, pois irá capacitar mais 100 mulheres que estarão aptas ao mercado de trabalho. Então se dediquem, não faltem, sejam determinadas, esse é o caminho de aprendizagem, o que poderá lhes garantir ao final desse curso um emprego e a construção de um Amapá melhor pelas suas mãos", discorreu o governador.

As participantes são oriundas do cadastro da Central do Trabalhador Autônomo (CTA), ligada à Coordenadoria do Trabalho (CT) da Sete. São mulheres com idade economicamente ativa e que estão sem emprego, e foram motivadas a participar dos cursos por meio de um ciclo de palestras sobre o mercado de trabalho na construção civil. No curso, as participantes contarão com lanche, uniforme e auxílio de transporte.

A autora da emenda, deputada federal Fátima Pelaes, disse que buscar oportunidades é gratificante, ter uma renda para o sustento da família é recompensador. "Nós estamos avançando na igualdade de oportunidades por uma sociedade mais justa e sabemos que a classe feminina tem mais aptidão para o detalhe, o acabamento. Ir atrás de oportunidades é um sentimento de vitória", ressaltou.

As atividades do Mulheres na Construção Civil serão desenvolvidas em três etapas, sendo a primeira de qualificação social, voltadas à motivação; a segunda é da capacitação instrumental, que proporcionará a apropriação do conhecimento geral; e a terceira é a de qualificação específica, que conciliará teoria e aula prática.

O superintendente da Sudam, Djalma Mello, falou que as mulheres têm que ter dedicação. "Vocês tem que ser dedicadas, pois essa capacitação vai ser o início de uma nova era, porque agora aquelas que não tinham qualificação para trabalhar terão para exercer na construção civil. Realmente é uma satisfação incalculável poder proporcionar esse momento a vocês", declarou.

"Sei que desse curso sairão grandes mulheres azulejistas e pintoras. O projeto é uma porta para muitas que ainda irão se abrir para nós, não desistam. Nosso presente do Dia das Mães acho que chegou mais cedo, um aprendizado que vai nos levar a um emprego", comemorou a representante das beneficiárias do programa, Sandra Cardoso.

Estiveram presentes no lançamento o vereador do município Macapá, Yuri Pelaes; o secretário da Sete, Sivaldo Brito; o diretor superintendente corporativo do Senai, Herber Xavier; a secretária Extraordinária de Políticas para as Mulheres, Maria Alice Ribeiro; a diretora administrativa da Sudam, Meryan Flexa; e a coordenadora do Camuf, Girlene Araújo.

FONE: +55 31 3296-7005
FAX: +55 31 3292-7814
AV. RAJA GABÁGLIA, 4987
SANTA LÚCIA - BELO HORIZONTE
MINAS GERAIS
FONE: +55 31 3378-4527
Av. AGGEO PIO SOBRINHO, 431
BURITIS - BELO HORIZONTE
MINAS GERAIS