CobNews

MÃO-DE-OBRA AJUDOU A REDUZIR ALTA DO CUSTO DA CONSTRUÇÃO

Notícias >> Já o grupo Materiais, Equipamentos e Serviços aceleraram para 0,34% em setembro, após registrar alta de 0,15% em agosto.

O Índice Nacional de Custo da Construção - Mercado (INCC-M), apurado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou, ao passar de variação de 0,19% em agosto para 0,16% em setembro. O grupo Mão de Obra puxou o resultado, ao permanecer estável (0%) neste mês, depois de subir 0,23% no mês anterior.

 Já o grupo Materiais, Equipamentos e Serviços aceleraram para 0,34% em setembro, após registrar alta de 0,15% em agosto. Dentro deste índice, o item relativo a Materiais e Equipamentos subiu 0,37% neste mês, ante 0,16% no mês anterior, enquanto o referente a Serviços teve elevação de 0,22% em setembro, ante alta de 0,12% no mês anterior.

 Entre as maiores influências de baixa do INCC-M de setembro estão vergalhões e arames de aço ao carbono (de -0,20% para -0,39%), tubos e conexões de ferro e aço (de 0,03% para -0,28%), massa corrida para parede - PVA (de -0,09% para -0,39%), compensados (de -0,21% para -0,26%) e ferragens para esquadrias (apesar da diminuição do ritmo de queda de -0,69% para -0,09%).

 Já entre as maiores influências de alta estão elevador (de 0,51% para 1,07%), cimento portland comum (de 0,22% para 0,81%), tubos e conexões de PVC (de -0,04% para 1,31%), argamassa (de 0,41% para 0,98%) e projetos (de 0,05% para 0,45%). O INCC-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

 

FONE: +55 31 3296-7005
FAX: +55 31 3292-7814
AV. RAJA GABÁGLIA, 4987
SANTA LÚCIA - BELO HORIZONTE
MINAS GERAIS
FONE: +55 31 3378-4527
Av. AGGEO PIO SOBRINHO, 431
BURITIS - BELO HORIZONTE
MINAS GERAIS